radiolite.pt

As aventuras e desventuras de um operador de rádio. PMR446, CB27, SWL e SDR entre outros.

Month: Março 2016

Golf Charlie Bravo na Serra de Estrela

Tal como o ano passado, também em 2016 quero fazer algumas actividades, nomeadamente em PMR446 e CB27. Apesar de já terem passado praticamente 3 meses desde o inicio do ano, ainda não tive oportunidade de concretizar nenhuma. Na práctica queria fazer menos saídas do que em 2015, mas a locais mais distantes do meu QTH e um deles seria a Serra de Estrela. A intenção é a de realizar todas as actividades a pelo menos 1000 metros de altitude!

Por isso fico contente quando alguém passa das palavras aos actos. É o que acontece com os colegas do grupo Golf Charlie Bravo da Covilhã que anunciaram a sua presença precisamente na Serra de Estrela no próximo dia 10 de Abril (informação de Facebook e TXRX Forum).

O horário é que não é, na minha opinião, o melhor. A actividade realiza-se da parte da manhã, entre as 9h00 e as 13h00 mas será com certeza o horário possível por parte deste grupo.
Serão 3 os elementos que na torre vão estar a responder às solicitações no canais 1, 4 e 7, em PMR446. Apesar da condicionante do horário conto deslocar-me a Montachique ou Socorro para este evento.

TX Factor – A rádio na televisão

Os colegas que me são mais próximos sabem que eu não sou rádio amador. Apenas gosto de rádio comunicação e explorar algumas das suas vertentes. Também já referi que tenho projectado por diversas e ao longo dos últimos anos a realização do exame de categoria 3, mas esse projecto pelas mais diversas razões nunca avançou.

http://www.txfactor.co.uk

http://www.txfactor.co.uk

Enquanto isso não acontece vou acompanhado o meio, sendo uma das formas privilegiadas de o fazer, incontornável nos dias de hoje, é a Internet. No Youtube podemos encontrar o programa TX Factor, um programa de televisão e aparentemente o único com origem no Reino Unido, sobre esta temática.

Recentemente (26 de Fevereiro) foi divulgado o mais recente episódio, o 10º. No site do TX Factor para além dos episódios pode ser encontrada mais informação sobre o assunto.

KiwiSDR no Kickstarter

Esquema do KiwiSDR - http://kiwisdr.com/kiwisdr/

Esquema do KiwiSDR – http://kiwisdr.com/kiwisdr/

Fiz à dias referência neste post do OpenWebRX ao rádio KiwiSDR. Este SDR faz utilização do mini computador Beagle Bone e do software OpenWebRX para nos permitir percorrer as frequências dos 0 aos 30MHz.
Mas se quisermos ter o nosso próprio KiwiSDR, tal não é ainda possível. No momento em que escrevo este post apenas existem 3 sistemas disponíveis – acessíveis online a partir de sdr.hu – estando 10 em processo de fabricação.
É no entanto possível participar na campanha Kickstarter criada para impulsionar este projecto e dessa forma ter nas mãos um destes KiwiSDR, lá mais para o final do ano. Existem 4 formas de apoiar monetariamente esta campanha, que pretende atingir a marca dos $50000 até 16 de Abril. Mas apenas apoiando com pelo menos $199 nos dá direito a ter um KiwiSDR na mão (+ despesas com transporte). Se apoiarmos com pelo menos $299 ai a recompensa será a maior, pois para além do rádio será incluindo o Beagle Bone bem como antena de GPS e caixa entre outros componentes, mas mais uma vez transporte à parte. Com esta segunda opção apenas ficamos a precisar de 5 Volts (tipicamente uma ligação USB), uma antena para o nosso rádio e acesso a uma rede com DHCP.

Por isso e para quem quiser participar, aqui fica o link onde podem encontrar mais detalhes. Aconselho a leitura completa da informação nele contida para ficarem a conhecer as todas condições.

Actualização: O entusiasmo com este projecto foi recebido já garantiu aos seus mentores mais de metade da quantia que pretendiam atingir. Com apenas 5 dias, os 119 investidores garantiram cerca de $29000 do total de $50000, pelo que me parece que o KiwiSDR irá ter um futuro risonho.

Mais e melhor ADS-B

Enquanto procuro o que preciso na Internet para complementar a instalação do RTL-SDR, voltei este Sábado a ligar o sistema ADS-B baseado neste equipamento. Queira aproveitar para testar a instalação de uma ficha BNC e outra ficha PAL macho e ver as diferenças. Tal como o adaptador que o vinha com RTL-SDR, a ficha PAL que tinha cá em casa na altura da construção da antena era fêmea, pelo até agora tinha de ligar o adaptador à antena com umas pinças numa configuração no mínimo frágil.

Antes de instalar a BNC, experimentei a ficha PAL (macho), uma ficha de segunda categoria comprada numa loja chinesa. Para minha surpresa, ao colocar novamente a antena à janela e depois de ligar tudo, começo a ver a lista de aviões a aumentar rapidamente. Durante a cerca de hora e meia que estive a monitorizar consegui um máximo de 45 aviões simultâneos.
E se conseguir esses 45 aviões já me parece muito bom tendo em conta as condições de instalação e localização, mais contente fiquei ao ver no ecrã aviões a cerca de 1500Km da minha posição, a Sudeste do Cabo de Sagres. Para Noroeste o máximo que registei foi cerca de 310Km na zona de Cidad Rodriguo e para Sudoeste cerca de 400Km perto de Tânger.

Amostra dos aviões rastreados

Amostra dos aviões rastreados

Com esta nova configuração com a qual estou bastante contente estou em duvida de mexo mais na antena ou se a deixo como está, não aplicando a ficha BNC. Sinto-me mais tentado a acrescentar novos elementos à antena, embora esta já esteja grande o suficiente para que a sua arrumação seja já um problema. Talvez a construção por segmentos seja o caminho a seguir.

Mais acima de tudo e mais que qualquer outra alteração, quero muito arranjar um bocadinho para levar todo o material para um local alto e ver até onde consigo espreitar!

Mais um SDR a caminho?

As experimentações que tenho vindo a fazer com o RTL-SDR, quer com o sistema ADB-S, quer com o OpenWebRX têm-me ocupado o tempo, que deixou assim de ser livre. O próximo passo será a aquisição de uma caixa de metal para minimizar as interferências a que o radio está sujeito. No passado tive o rádio dentro de uma lata de refrigerante mas não era prático. Conto assim adquirir uma caixa em alumínio, própria para projectos de electrónica, coisa que é mais difícil de comprar do que há primeira vista se possa julgar. Adquiri também uma tomada USB de painel para que seja fácil a montagem e tudo com uma aparência mais interessante. A mesma já foi testada e não apresenta problemas a nível da transmissão de dados.
Como o radio vai fica dentro da caixa, retirei o invólucro de plástico do dongle para tentar evitar aquecimento excessivo.
Há quem faça outro tipo de modificações como por exemplo retirar a ficha USB e eliminar assim uma fonte de ruído ou mesmo cortar a parte do integrado onde fica o receptor de infra-vermelhos, por este não ser necessário. Eu não as vou fazer por temer que alguma coisa corra mal!

RTL-SDR com R820T e ficha USB

RTL-SDR com R820T e ficha USB

O meu entusiasmo pelos RTL-SDR tem sido tal que pondero neste momento a compra de mais um, mas com o tuner R820T2, que é mais sensível e tem melhor performance. Existem ainda dongles com o tuner R820T2 aos quais foram colocados um oscilador do tipo “1ppm TXCO”, um componente que pouco ou nenhuma variação da frequência tem face ao aumento de temperatura. Se algum dia eu perceber alguma coisa de electrónica explico-vos o que é que este componente faz exactamente, mas para já deixo aqui este link.

Em vias de ser adquirido está também o up converter que permite a sintonia de algumas frequências em HF. O que tenho pensado não é a melhor das soluções para esse efeito, mas é aquela que não implica a modificação ou “invenções” nos componentes ou integrado, para além de ser a mais barata. Depois tem a vantagem de caber na tal caixa que tenho em vista.

Entretanto as saudades em fazer contactos estão cada vez mais a manifestar-se. Talvez este fim de semana me faça ao caminho de uma serra, armado de um PMR446, um CB e uma câmara de vídeo! Se tal acontecer por certo que aqui darei conta.

Depois do ADB-S o OpenWebRX

Não tendo havido hipótese de fazer saídas para estabelecer alguns contactos, há excepção do PMR089 na passada Quinta-feira, tenho dedicado algum tempo à escuta. Com escuta quero dizer ao RTL-SDR com o qual já tinha referido ter conseguido criar um sistema ADB-S. A propósito de ADB-S, adicionei mais 4 elementos à antena e o alcance melhorou consideravelmente. Consigo agora fazer a recepção de sinais de aviões na zona de Sevilha! Pena é que, estando numa zona urbana, esteja muito tapado em algumas direcções, para onde nada “vejo”.

Mas na senda da experimentação consegui, também com o RTL-SDR, criar um rádio na Internet usando o OpenWebRX. Já tinha também abordado aqui o tema, mas agora perdi em definitivo o medo ao Linux e deitei mãos à obra, mais uma vez seguindo as instruções disponibilizadas. Primeiro fiz-lo no Raspberry Pi 2 mas este está longe de qualquer janela. De seguida implementei a solução num desktop antigo (AMD64 4000+ com 3Gb), já num local mais propicio. Apesar de algumas dificuldades, inclusive na configuração do router, não posso dizer que tenha corrido muito mal.

O objectivo é o de colocar este SDR disponível para o publico em geral. Mas apenas quando e se houver condições para isso acontecer. Nessa altura farei a publicação no portal sdr.hu. Para já e para os amigos, aqui fica o link caso queiram experimentar: radiolite-sdr.no-ip.org:8073

radiolite-sdr.no-ip.org

radiolite-sdr.no-ip.org

Várias detalhes necessitam ser afinados e o faço questão de frisar que o radio está em modo testes pelo que poderá acontecer que se encontre offline em algumas ocasiões. Para além disso o local e a forma como está acondicionado não são as definitivas. O rádio será colocado numa caixa de alumínio (longe do computador e LCD como mandam as regras)  e quero também melhorar a colocação da antena bem como a ligação à terra, aspecto que penso ser importante.

Há à partida um condicionante importante que tem a ver com a forma como este computador está ligado ao router que lhe dá a ligação à Internet. Sempre que o quero ligar tenho de passar cabo ethernet pelo meio da sala e o pessoal lá em casa não gosta muito da ideia. Por isso é provável que tenha de adquirir um adaptador wireless para uma solução definitiva.

Seja de que forma for, darei aqui conta da evolução do projecto. Assim que haja hipótese de fazer a ligação wireless conto fazer um período de testes mais alongado e com disponibilidade 24/7, já integrado no sdr.hu.

Teste no Ustream

Por forma a operacionalizar as transmissões via Ustream, estarei amanhã e assim deixe o meteorologia, a percorrer as frequências dos 0 aos 30MHz com o Tecsun PL-660. Não consigo detalhar com precisão o horário mas será por certo entre as 12h30 e as 14h00.

Mira do canal radiolite.pt no Ustream

Mira do canal radiolite.pt no Ustream

Para não complicar vou deixar o CB de fora deste teste, até porque o tempo será escasso. Mas por facilidade de operação vou levar um PMR446.
O objectivo é acima de tudo ganhar rotina e confirmar que está tudo afinado. Apesar de ser um teste, não quis deixar de partilhar caso haja alguém interessado em acompanhar, mas o eventos realmente interessantes ainda estão para vir.

Actualização: O teste foi feito. O video estará temporariamente disponível durante 30 dias aqui. Várias coisas não correrram bem mas por isso é que era um teste. Não há som, o que para um video que pretende mostrar um rádio a funcionar não é o melhor que pode acontecer. A resolução também não é a melhor mas novos testes se seguiram.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén