radiolite.pt

As aventuras e desventuras de um operador de rádio. PMR446, CB27, SWL e SDR entre outros.

Category: Outros (Page 2 of 4)

Vídeo do SDRoid

Primeiro vídeo do SDRoid, com a sintonia em FM como alvo. Não foi propriamente para a sintonia de estações de radio difusão que decidi comprar o cabo OTG, que permite a utilização do RTL-SDR com o telefone, mas ainda assim pareceu-me interessante fazer este vídeo embora para este fim, possa usar o rádio que existe no telefone.

Por falar em cabo, estou a ter alguns problemas na sua utilização. Aparentemente o SDR consome demasiada corrente o que faz com que nem sempre funcione, sobretudo se a bateria do telefone estiver a menos de 60% de carga. Assumo eu que é isto que leva a que não funcione pois não estou a ver que mais possa ser. Já experimentei carregar o telefone e logo de seguida ligar o SDR e não tive problemas.

Por isso talvez tenha que comprar um cabo como este para tirar as dúvidas, mas esta solução deixará tudo menos portátil dado exigir a utilização de um power pack.

Seja de que forma for, até à próxima e boas escutas.

Balua – Mais um lançamento com sucesso

O grupo Balua Project fez hoje mais um lançamento com sucesso de um dos seus balões que atingem altitudes na ordem dos 25.000 a 35.000m.
Desta vez o lançamento ocorreu a partir dos Salesianos do Estoril, integrado num projecto desta escola.

Seguimento em tempo real do lançamento desta manhã - aprs.fi

Seguimento em tempo real do lançamento desta manhã – aprs.fi

Conforme se pode ver pelas imagens, este balão alcançou em cerca de duas horas de viagem, a zona de Tróia, depois de ter passado por cima do Padrão dos Descobrimento e do Cristo Rei em Lisboa, em direcção a sudoeste.
Se bem me recordo, esta nem foi das vezes em que um balão lançado pelo grupo se deslocou mais rapidamente, mas estes lançamentos também não são propriamente uma corrida. Para mim, parte da diversão passa por fazer o seguimento e se possível fazer um avistamento como consegui, por sorte, no lançamento anterior. Mas ver até onde chega o balão, para onde o vento o leva e caçá-lo e recuperá-lo são também parte da diversão. Isso e a recepção das comunicações em 144.800 MHz com um RTL-SDR, que em conjunto com a informação em aprs.fi nos dá uma ideia da distância conseguida.

Fico como sempre ansiosamente à espera da próxima iniciativa.

NOTA: O balão está, no momento em que faço este post, a sul de Santiago do Escoural (Montemor-o-Novo), a cerca de 26.000m de altitude.

Actualização às Apps Android

Neste dia de primavera com chuva e algum frio, sem ter nada previsto em termos de actividades rádio, aproveitei para fazer uma actualização ao site. Por isso lá tirei um bocadinho para incluir mais umas apps à lista que apresento em Apps Android. A actualização incidiu sobretudo sobre aplicações que fazem uso do RTL-SDR e respectivo drivers (também incluído agora na lista) e que requerem um cabo OTG.

Algumas delas estou bastante tentado em experimentar, nomeadamente a ADSB Receiver

Se, como eu são interessados pelo assunto, dêem uma espreitadela.

Finalmente, o RTL-SDR no Android!

Já tinha penado por não conseguir ter o RTL-SDR a funcionar no Android. Tinha experimentado um outro telefone, diferente do que tenho actualmente, mas sem sucesso. Como entretanto troquei de equipamento, estava na hora de fazer nova tentativa. Gastei mais uns trocos num cabo OTG Type-C e,  assim que tive 5 minutos, dediquei-me ao assunto.

SDRoid 2.0 em funcionamento com o RTL-SDR

SDRoid 2.0 em funcionamento com o RTL-SDR

Apesar de algumas dificuldades iniciais em por o telefone a mostrar as Developer Options, consegui finalmente ter sucesso na minha iniciativa.

Abrem-se agora novas hipóteses de fazer escuta embora num formato mais portátil e provavelmente não tão eficaz, mas que não deixa de ser opção a explorar.

Para o RTL-SDR funcionar tive que instalar o driver do RTL2832U,  fazendo uso deste as aplicações como o SDR Touch ou SDRoid.

Muitas outras existem, inclusive para partilha de dados de posicionamento de navios, pelo que se impõe agora uma merecida actualização às Apps Android, mas sobre isso tenho mais (e outras) novidades para breve.

Antena à janela

Na tentativa de mais e melhor ADS-B ando em testes à procura da melhor posição possível para colocação da antena colinear coax de 11 elementos. Acontece que o melhor mesmo seria colocá-la no telhado do meu prédio, mas tal é para já impossível. No entanto dentro daquilo que é de facto exequível, encontrei já um cantinho na janela da sala

Por comparação com o que vejo por ai, os resultados da minha instalação não estão nada mal, modéstia à parte. Estando em Oeiras e com um prédio mesmo pela frente a Este, não consigo a recepção nesta direcção, muito embora me seja possível, sobretudo para Nordeste e Sudeste, a recepção de sinais de aviões tão longe como Salamanca e Jerez de La Frontera, respectivamente.

Deixo uma animação para se ter uma ideia da recepção possível pelo meu QTH. Esta animação não é mais que um conjunto de 30 imagens do Virtual Radar Server.

Animação com base no Virtual Radar

Animação com base no Virtual Radar

 

Como se pode ver pela imagem, a recepção para Sudoeste e Oeste também é possível mas predominam as outras duas direcções.

Ainda por explorar esta o LNA comprado em Outubro passado. Estou a contar que este amplificador me permita a identificação de aviões a uma maior distância mas estão em falta alguns adaptadores SMA pelo que vou ter de esperar mais alguma tempo.

Radio globo(al)

Ora ai está um conceito interessante. Usar uma imagem dinâmica do globo terrestre para ouvir estações de radio da zona que estamos a observar. Tudo é possível graças ao projecto Radio Garden.

O interface do Radio Garden

O interface do Radio Garden

São-nos disponibilizadas automaticamente as estações existentes bastando sobrepor a mira no centro do ecrã aos pontos verdes (estações), para começarmos a ouvir rádio. Muito interessante, não só pela forma como a interacção é feita como também por nos dar a sensação clara de estarmos a sintonizar um rádio.  Tudo isto concentrado num só local, sem termos que procurar ou aceder aos diversos sites de cada uma das estações para ouvir a emissão.

Diga-se que nem tudo é perfeito. Na zona de Lisboa que conheço melhor (para não falar em Portugal), há várias estações em falta. Mas acredito que com o tempo sejam em maior número as estações disponíveis. Depois há também o caso da Rádio Elmo em 99.1 FM em Pinhel (Guarda), que quando seccionada nos devolve uma emissão em inglês de outra estação!

Ainda assim, a experimentar e acompanhar de perto em radio.garden.

Um barco para rastrear aviões!

Do site “Hack a Day” destaco uma notícia sobre o tema do rastreio de aviões. Como é sabido este é um assunto que me interessa e é através dele que dou utilização a um dos RTL-SDR que possuo.
O rastreio de aviões online tem uma das suas maiores expressões no site Flight Radar 24, que utilizo a par com o meu próprio sistema, para fazer o seguimento em tempo real de aeronaves.

Quem utiliza o Flight Radar 24 ou similares sabe que existem latitudes onde a cobertura não é famosa, como é o caso da zona correspondente ao deserto do Saara ou, e como seria de esperar, zonas de mar alto.

Para colmatar esta ultima deficiência, foi preparado um barco autónomo, o Wave Glider, capaz de fazer o rastreio de aviões literalmente no meio do nada (leia-se Oceano). Este barco, construido pela Liquid Robotics, que é alimentado a painéis solares e tem capacidade de comunicação via satélite, já transmitiu os primeiros dados para a sede da Flight Radar. A área em que este robot irá actuar situa-se ao largo da Noruega, a cerca de 200Km da costa. Para o verem a funcionar há que visitar o site da Flight Radar 24 onde os dados fornecidos pelo Wave Glider aparecem a azul.

Actualização 2 Outubro : Eis um exemplo de dois aviões rastreados por este sistema

Flight Radar 24 - flightradar24.com

Flight Radar 24 – flightradar24.com

SSTV via repetidor da Serra da Arrábida

As frequências de radio amador são-me totalmente desconhecidas, ou se quiser ser mais preciso, quase totalmente desconhecidas. Digo isto porque não sou rádio amador (o tal projecto eternamente adiado) e por isso não as opero. Mas acompanho muito à distância algumas actividades e eventos, e também, ainda mais à distancia, via Internet.

Um dos eventos que criou em mim um certo interesse são as emissões de SSTV emitidas via CQ0UARB (439,400HMHz), repetidor da Serra da Arrábida pertencente à ARLA.
Amanhã, 9 de Julho, terão lugar entre as 21h30 e as 00h00 mais uma série de emissões neste modo pelo qual tenho uma vincada curiosidade. Os colegas desta Associação alternam as sessões entre o analógico, como é o caso de amanhã, e o digital que está programado para dia 13 de Agosto (DSSTV).

Por isso é bem provável que o SDR trabalhe amanhã,  em conjunto com o SDR# e o MMSSTV, na tentativa de receber algumas das imagens a serem emitidas. Caso alguma se aproveite hei-de a mostrar aqui no site.

DX em FM – Que bela surpresa!

Hoje, acabada estava a refeição do meio dia, agarro no telefone esperto para ficar a par das ultimas novidades. Entre a navegação pelos sites noticiosos, lá dou um saltinho ao Facebook. Vejo aí algo que desperta de imediato o meu interesse, por entre o lixo do costume. Era um post publicado pelo PMR10 relativo à radiodifusão em FM onde o colega Bruno (com quem prometi um dia uma tentativa de contacto para Sines a partir da Arrábida e que nunca cumpri) nos alertava para a “animação” que hoje se verificava por aquelas bandas.

Como o rádio mais perto era o do carro, fui em passo acelerado até à viatura para também eu tentar escutar algo de interessante. E em boa hora o fiz pois para além de poder registar em parte esta ocasião, com o carro desloquei-me para uma zona mais desafogada.

Com este mesmo radio e no mesmo local, já tinha escutado o ano passado uma rádio de Sevilha e também uma estação de rádio Italiana há umas semanas atrás. Fiquei por isso surpreso quando escuto vozes que me pareceram nitidamente árabes. Foram escutadas também duas estações espanholas, uma outra onde se falava francês, embor esta ultima não me chegasse tão claramente. O sinal de pelo menos duas das estações era forte o suficiente para activar o RDS. Foram elas a SNRT-COR e SNRT-NAT da Société Nationale de Radiodiffusion et de Télévision de Marrocos. Podem conferir através do video que fiz. Sobre a localização do emissor de cada uma das estações escutadas, desconheço por completo.

Mais informações sobre FM DX podem ser encontradas no blog FM DX Portugal. Uma visita a este site depressa tornou esta minha escuta pequenina e insignificante, mas é ainda assim de assinalar pois isto não me acontece todos os dias. Pode também ser visitada a pagina da wikipédia sobre o assunto.

Já agora aproveito para dizer que não vale a pena limparem o pó do vosso monitor, é mesmo o meu bólide que necessita de uma limpeza.

Boas escutas!

Solar Impluse 2 a caminho de Sevilha

Este post não versa sobre o tema das rádio comunicações, pelo menos não da mesma forma em que estou habituado a publicá-los aqui no blog. Isto pese embora o facto de já ter aqui abordado o tema do restreamento de aviões em tempo real, que é afinal o tem a que este post realmente se refere.

Solar Impulse 2 - www.solarimpulse.com

Solar Impulse 2 – www.solarimpulse.com

Esta noite pretendo fazer uso do RTL-SDR em conjunto com o software RTL1090 e o Virtual Radar para tentar acompanhar o voo do Solar Impulse 2, avião totalmente eléctrico e que deverá aterrar pelo início da manhã dia 23 de Junho em Sevilha, vindo de New York.

Se tudo correr bem como previsto o Solar Impulse 2 sobrevoará a zona imediatamente a sul do Algarve para chegar a Espanha, terminado assim a sua viagem de cerca de 90h de travessia do Atlântico. Faltam cerca de 9 horas e o aparelho está a cerca de 330Km a sudeste do cabo de Sagres (oops….penso que me deveria ter referido a esta distância em milhas náuticas).

Com um bocadinho de sorte talvez o consiga detectar. Fazê-lo no flight radar será por certo mais fácil, mas não dá o mesmo gozo.

Actualização (23 Junho): Sem sucesso! Apesar de já ter por várias vezes ter rastreado aviões na zona de Sevilha e até mais a sul, ao largo da costa de Marrocos, ontem do Solar Impluse 2 nem sinal. Ainda a noite passada isso aconteceu mas percebo agora que o factor altitude teve muita importância. Como o Solar Impulse 2 voou quase sempre a altitudes mais baixas do que aquela que avião comercial normalmente usa, não me foi possível detectar este avião no meu "radar". Fica para a próxima.

Page 2 of 4

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén