Vi recentemente um artigo da Radionoticias.com que fazia referência a umas antenas bi-banda coloridas da marca SengDa. Isto fez-me lembrar quando comprei a minha primeira antena para CB. Essa antena vinha uma lâmpada de néon que se acendia sempre que estávamos a emitir. Acabei por nunca usar essa lâmpada pois para a colocar no topo da vareta teria que vandalizar a antena, retirando a terminação em plástico, para conseguir fazer entrar a tal lâmpada.

Lâmpada de Néon

Lâmpada de Néon

Tenho algumas dúvidas relativamente à qualidade destas antenas colorias visto que o principal factor de diferenciação ser a luminosidade que emitem. Há no mercado antenas com melhor e pior qualidade de construção. Mas de uma forma geral a sua construção não terá segredos. Ainda assim, numa área tão técnica é nos pequenas detalhes que se joga a reputação destes produtos. São esses detalhes que para o consumidor fazem a diferença!!! Quando se focam no aspecto exterior e não numa característica técnica desconfio. É como um carro. Se for muito bonito mas não trabalhar, não nos serve de nada. E sempre que precisarmos de nos deslocar vamos obrigatoriamente pegar num carro feio mas que cumpre a missão que lhe foi confiada.

As antenas SengDa LED - sengdacom.com

As antenas SengDa LED – sengdacom.com

Posso estar a extrapolar, com base noutras experiências pessoais e dar assim uma opinião injusta. Estas antenas merecem numa análise cuidada até porque alguns números são interessantes – 3 dBi em VHF e 5,5 dBi em UHF – e quem sabe se não podem ser uma boa opção tendo em conta a relação qualidade/preço?
Podem até ser antenas “divertidas”. Já pensaram se estivermos num QSO nocturno com vários colegas em linha de vista, e sempre que um alguém emite uma luz acendia-se no horizonte?
Visto que não as experimentei vou dar o beneficio da dúvida. No entanto continuo a achar que são mais um brinquedo, uma curiosidade do que propriamente algo funcional. Mas quem sabe se possam ser acessíveis o suficiente ao ponto de poderem ser adquiridas para experimentar? Dependendo do preço porque não?

Afinal como é sabido, boa parte do fascínio da rádio passa pela experimentação.