radiolite.pt

As aventuras e desventuras de um operador de rádio. PMR446, CB27, SWL e SDR entre outros.

Page 2 of 17

Regresso do pmr446.org

Foi com um misto de surpresa mas também com alguma alegria que recebi a notícia da reactivação do site/dominio pmr446.org. Numa vistia rápida que fiz a este site constato que o formato utilizado no momento da sua extinção é o mesmo que agora é utilizado. Resta apenas saber se o forum será também ele reactivado.

Site pmr446.org - pmr446.org

Site pmr446.org – pmr446.org

O pmr446.org era a referência nacional em termos de PMR446, com uma listagem única e maioritariamente consensual entre a comunidade. Se por um lado critiquei a forma como todo o processo de extinção do site (com base na informação que recolhi e tive acesso), dado que o “poder” foi deixado na rua, receio por outro lado a reacção a este regresso e de que forma como tudo se vai processar. Existem neste momento outras listas e grupos, diferentes designações da original (que de resto mantive por não concordar com a segregação), e o regresso do PMR446.org e respectiva listagem, pode dessa forma (espero que não) criar alguma confusão.

Mas devo dizer que considero este renascer como um acontecimento positivo.
A comunidade está muito virada para os grupos de utilizadores PMR existentes nas redes sociais, nomeadamente no Facebook, pelo que será esta meu ver uma dificuldade a enfrentar pelos mentores do PMR446.org

Listagens à parte, desejo-lhes sucesso neste iniciativa, na esperança de que possa ser foco de união entre os operadores PMR446 em Portugal.

Numa palavra…frustração!

Não correu nada bem a tarde do passado dia 11. Estive em Sintra, bem antes da hora prevista, mas apesar disso nada correu como planeado. O local que tinha escolhido e onde nunca tinha estado, estava afinal inacessível. A procura por alternativas revelou-se um fracasso. Entre posições lá consegui 3 contactos (com os PMr3229, 4729 e 1425) o que fazia adivinhar uma tarde bastante interessante.

Decidi então ir até à Peninha mas lá chegado o vento impediu qualquer QSO decente. Já com vários Kms em cima das pernas e bastante cansado de andar Serra acima, Serra abaixo, acabei por desistir pelas 17h00.

Fica uma enorme frustração não só por não ter cumprido, como pelo facto de a tarde prometer bastante. As minhas desculpa aos que tentaram o contacto. Fica para a próxima.

11 de Junho em Sintra

E confirma-se! Na tarde do dia 11 de Junho vou poder dar um salto até Sintra. Acabei por decidir que apenas vou levar o PMR por forma a carregar menos peso.
A minha intenção é a de separar as águas, ou seja, não misturar a caminhada com os rádios mas o local que escolhi para efectuar uns contactos fica no meio da Serra, onde o carro não chega e isto deixa o CB um pouco mais longe desta aventura. Para os 27Mhz apenas apenas tenho antenas para usar no carro pelo que, assim que houver tempo, hei-de construir uma T2LT.

Vista aérea Palácio da Pena - portugalvirtual.pt

Vista aérea do Palácio da Pena – portugalvirtual.pt

Relativamente a horários, o que pretendo fazer é estar em Sintra pelas 15h00 e a chamar em canal 3 pelos colegas interessados em fazer contacto. Pelas 18h00 devo estar a baixar, a não ser que se justifique prolongar a minha presença por lá.

A tarde não terminará sem uma passagem pela onda curta, pois o local está mesmo a pedi-las.

Até lá, bons contactos.

Regresso a Sintra

Tenho por hábito (e necessidade) caminhar pela Serra de Sintra. No entanto, nesta época que agora vai terminar (com o início do calor), os passeios pela natureza foram substituídos por outros em terreno urbano, mais a direito mas de maior extensão e em jeito de circuito. Mas estou um pouco farto do mesmo cenário de cimento e tijolo e há que voltar ao verde da Serra, aproveitando a oportunidade (e cota elevada) para tentar fazer uns contactos.

Sintra (Peninha) a ver a Arrábida - Google Earth

Sintra (Peninha) a ver a Arrábida – Google Earth

Estarei por Sintra, muito provavelmente, durante a tarde do dia 11 de Junho. Darei privilégio ao PMR por causa da portabilidade e como desta vez vou de mochila às costas, o peso é também um factor a ter em conta. No entanto esta é uma decisão irrevogável(!) e por isso só mais perto (também já não falta assim tanto) decidirei o que vou levar.
Vou tentar uma actividade ao estilo CTX, algo que à muito tempo desejo. Levo um abrigo para o que der e vier. Muito provavelmente vai dar sol. Mas Sintra é famosa por tempo instável pelo que vamos ver se não me engano. Assim que tiver data  confirmada e horário definido darei mais noticias sobre esta minha intenção.

Até lá, bons contactos pois ao que consta a propagação tem estado a ajudar nos 11m.

Que confusão!

Confesso que não é totalmente claro para mim quais as diferenças existentes entre DMR, dPMR446 e outras normas, standards, modos e afins, associados à rádio digital. Não é fácil perceber como tudo se relaciona tanto mais que a cada site que consulto há um todo redefinir dos conceitos que me deixa ainda mais baralhado. Esta disparidade de “opiniões” deixa-me mais tranquilo ao perceber que não sou o único que se sente perdido.

Por isso queria salientar um vídeo que coloca de forma clara o que é o DMR, Tier 1, Tier 2 e Tier 3 e onde é que o dPMR446 encaixa.

Vale a pena assistir!

01000010 01101111 01101110 01110011 00100000 01100011 01101111 01101110 01110100 01100001 01100011 01110100 01101111 01110011.

Actualizado a 28 de Maio às 20h43.

Alguém interessado em dPMR446?

Se escavarmos bem fundo neste blog, podemos encontrar um artigo onde antevia (ou devo escrever mais precisamente que “desejava”) a utilização de forma mais acentuada da norma dPMR446 entre a comunidade PMR em Portugal.

Ora, como se sabe, a “explosão” do DPMR446 ainda não aconteceu por cá, quando por exemplo, em França ou Inglaterra, pelo que se pode comprovar pelos vídeos que estão disponíveis no Youtube, o digital já vai fazendo adeptos desde há cerca de dois anos, mais QSO, menos QSO!

Por certo que nem tudo o que se vê por lá corresponde a dPMR446 puro e duro, mas por comparação com o nosso cantinho à beira-mar plantado, existe uma grande diferença na aceitação da norma digital dos 446MHz.
Ora… eu não me importava de investir nesta área mas como se sabe, só vale a pena quando está alguém do outro lado para comunicar, pelo que até ao momento ainda não dei este passo. Um dos aspectos a ter em conta é também o preço dos equipamentos. Não se encontra um par de dPMR446 a 30€ no LIDL e boa parte dos equipamentos anda acima dos 100€, por uma unidade apenas.

O dPMR446 permite muitas funções que o analógico não permite e vou tentar, à medida que for absorvendo mais informação sobre o assunto, falar sobre elas. Neste vídeo (acima) é demonstrada a capacidade de chamada selectiva, que pode ser feita em dPMR446, pese embora a minha suspeita de que alguns analógicos como o Motorola T80 permitam funcionalidade semelhante. Mas há muitas outras coisas possíveis com os dPMR446, sendo as mais referidas como exemplo, a utilização de GPS ou o envio de SMS. São apenas duas entre muitas que estão disponíveis nesta norma e à espera de serem exploradas.

Votos de muitos e bons contactos!

NOTA: Atenção que, ao contrário do que julgava inicialmente e tal com se pode ver pela informação disponível em Hytera.co.uk, os equipamentos objecto do vídeo acima não são dPMR446. O modelo em causa é o PD365, que é um rádio DMR Tier2, quando dPMR446 opera em Tier1. Para rádios deste fabricante existem outras opções compatíveis com a norma, sendo nesse caso os modelo com a designação LF (i.e. Hytera PD35LF)
Estava na altura de proceder a mais uma limpeza ao site e dessa forma as páginas do antigo "PMR446.pt" bem como a página "Eventos e actividades" foram removidas.

Elimina-se assim conteúdo mais antigo, tornando o site mais focado em conteúdo actual.

Mais uma tarde bem passada.

Estava mesmo a precisar de uma tarde como a de hoje! Não posso dizer que foram muitos os contactos. Já fiz mais em momentos em que não anunciei qualquer tipo de evento. Mas hoje valeu sobretudo para matar as tais saudades e verificar que algum do velho “espírito PMR” ainda se mantêm.

Tinha prevista a presença nos 27Mhz e 446MHz em Montachique mas como o tempo ameaçava chuva e já andei por lá a patinar com o carro, decidir ir à procura de um outro lado. Noutras ocasiões tinha verificado a existência de outros locais ali perto e que depois explorei no Google Earth. Hoje acabei por escolher um deles, a cerca de 414m de altitude, perto da Venda do Pinheiro.

Local da Venda do Pinheiro - Geoogle Earth

Aspecto do local perto da Venda do Pinheiro – Geoogle Earth

Como de costume, com a portabilidade a ditar a sua lei, os PMRs foram os eleitos para efecutar os primeiros contactos. Mais tarde e já com a companhia do PMR1694 em Montachique, tentámos a Banda do Cidadão sem sucesso. De resto, ao longo da tarde e em todos momentos em que o President Jackson II foi chamado a intervir não obtive qualquer sucesso, apesar de alguma escuta.

Radar de navegação marítima

Radar de navegação marítima

O 1694 fez-me companhia durante as 3 horas em que andei pelo monte e talvez por isso foram 3 horas que passaram rápido. De tal forma que não toquei em SWL ou ADS-B como queira. Ora ele ora eu escutávamos alguns colegas a chamar e, como que de uma parceria de tratasse, partilhávamos o QSO. Ao amigo Menezes o meu obrigado.

Obrigado também aos que tentaram chegar à minha localização que pela ordem de registo, constam na seguinte lista:

PMR1694 -Montachique
PMR89 – Tires
PMR16 – Almada
PMR4087 – Azeitão
PMR722 – Arrábida

Estes contactos foram intercalados com a escuta de colegas do FRN Portugal via Zello, utilizadores de PMR446 espanhóis e um colega por Cascais. Houve também as já referidas tentativas de contacto nos CB27, mas a determina altura, fiquei com medo da trovoada, o que fez com que desmontasse a Sirio 5000 que levei comigo esta tarde.

Fecho o post recordando a actividade prevista para a próxima semana pelo grupo Golf Charlie Bravo, desejando boa sorte ao colegas que estarão pela Serra da Estrela a animar a Banda do Cidadão no dia 20 de Maio.

Não…! Venha outra antena.

Venha outra antena que esta colinear feita de fio de cobre não está à altura…do tráfego aéreo. Ao contrário do que li, a performance não correspondeu à expectativa e os resultados na utilização do ADS-B foram decepcionanetes. Foram duas as antenas que construi, sendo que construir neste caso é uma forma de expressão, tal a facilidade com que se dobra o arame e se o solda à ficha. Só para se ter uma ideia da decepção, com a RH536 os aviões detectados foram bem mais do dobro!

Impõe-se assim investir algum tempo na construção de uma nova antena, desta vez numa colinear com a que está representada na figura abaixo, essa sim, com provas dadas.

Antena colinear - https://www.balarad.net

Antena colinear – https://www.balarad.net

A que tenho permanentemente ligada a alimentar o Flight Radar 24 detecta aviões até Sevilha para Sudeste ou Salamanca para Nordeste (a partir de Oeiras) mas tem 11 elementos!
A nova antena construir, muito brevemente, terá talvez um 5 ou 7 para garantir a portabilidade mas que terá menos alcance. Por outro lado, como conto usá-la em locais altos, espero conseguir de alguma forma atenuar esse menor alcance e conseguir bons resultados.

Matar saudades

E pronto! Uma saída teria que acontecer, mais cedo ou mais tarde, que isto de gostar de rádio não passa apenas por fazer escuta. E então consta assim… No dia 14 de Maio, Domingo, pelas 15h00, conto estar activo a partir da zona de Montachique para, como se costuma dizer, fazer o gosto ao dedo.

Vou levar rádios para CB27 e PMR446, utilizando respectivamente os canais 25 FM e 3, podendo como de costume haver alterações nos canais utilizados, por ocupação ou por causa das habituais experimentações. Conto estar no ar até às 18h00 ou até mais tarde caso se justifique.

Por isso, e não for antes, até Domingo!

Page 2 of 17

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén