radiolite.pt

As aventuras e desventuras de um operador de rádio. PMR446, CB27, SWL e SDR entre outros.

Tag: OpenWebRX

Que RTL-SDR escolher?

Como já manifestei aqui várias vezes, tenho um certo fascínio pelos dongles RTL-SDR. As possibilidades são inúmeras e só o facto de se poder fazer escuta a um custo baixíssimo é por si só um atractivo mais que suficiente para ficarmos horas “agarrados” a estes equipamentos. Acho que mais que as próprias possibilidades que nos oferecem ou ainda os projectos que podemos implementar, é a relação custo/retorno que me convence.

Entre as aplicações que mais me interessaram ao longos do anos estão a já referida escuta, a possibilidade de partilha dos sinais recebidos através do OpenWebRX ou ainda o posicionamento AIS (navios) ou ADS-B (aviões). No caso do posicionamento de aviões, tal como aqui dei conta também, a recepção do sinal de aeronaves que estavam a sobrevoar o sul de Espanha, aqui em Oeiras, alimentou ainda mais a minha admiração e entusiasmo. Cheguei mesmo a ter o software da Flight Radar 24 instalado num Raspberry Pi a contribuir com dados para o site, até que as queixas que fui ouvindo lá em casa, de antenas e cabos espalhados por todo o lado (que exagero!!!) terem vencido.

Ainda na perspectiva do ADS-B, se fizerem uma pequena pesquisa na Internet facilmente se vão aperceber da tamanha variedade e preços dos RTL-SDR existentes no mercado. Surge de imediato a pergunta – Qual o RTL-SDR que devo escolher?
Para facilitar a nossa vida, houve já quem tivesse feito uma comparação abrangente dos famosos equipamentos. Como é óbvio a escolha de um SDR não deve ficar restrita a este tipo de rádios, mas a decisão pode estar mais facilitada depois da consulta a este artigo do site Radio for Everone. Percebe-se que o grupo alvo da comparação seja restrito, dado que o critério foi a utilização do mesmo chip da Realtek. Esta comparação tem no entanto como objectivo perceber qual o melhor dongle para utilização em ADS-B, mas não deixa de ser interessante de ler.

 

Flight Aware Pro Stick Plus - http://flightaware.com

Flight Aware Pro Stick Plus – http://flightaware.com

Para acabar já com o suspense dos mais interessados, concordo plenamente com a conclusão de que o melhor RTL-SDR é aquele causa o maior entusiasmo para uma dada aplicação. E se tecnicamente é claramente possível recomendar um dongle face à concorrência (para ADS-B o Flight Radar Pro Plus da Flight Aware é o aconselhado), também é certo que a componente de upgrade ao hardware a uma solução mais barata, a alterar à nossa medida, têm um papel a dizer na decisão da compra.

O software usado tem por certo uma palavra a dizer no que diz respeito à experiência de utilização de um RTL-SDR, mas seja de que forma for, qualquer que seja o vosso dongle, desejo-vos acima de tudo umas horas bem passadas à volta destes pequenos grandes rádios.

ADSB Receiver Pro

Nas últimas semanas tenho dedicado alguma atenção à utilização dos RTLSDR com dispositivos Android. Isto em detrimento do projecto OpenWebRX que está neste momento à espera de melhores dias.
Uma das áreas a que me dediquei foi o seguimento do tráfego aéreo, com alguma dose de frustração à mistura, pois o RTLSDR é “muito” exigente em termos de consumo de energia e nem sempre funcionava ligado directamente ao telefone. Para ultrapassar esta dificuldade tive que comprar outro cabo USB que permite a utilização de um power bank em simultâneo, para que haja sumo suficiente para tudo funcionar na perfeição.

ADSB Receiver Pro em acção

ADSB Receiver Pro em acção

Para o seguimento do tráfego aéreo instalei o ADSB Receiver Pro mas não entendo porque razão, com o mesma antena colinear, este software apenas mapeia cerca de 3 a 4 aviões quando no desktop vejo 20! Algo a investigar nos próximos dias e que espero possa ser colmatado com ajuste na aplicação.

Hoje mesmo decidi, mesmo sem uma antena ressonante aos 1090MHz, experimentar esta solução ao ar livre. Estava limitado em algumas direcções em termos de linha de vista mas deu para perceber a importância que a localização tem nestas coisas. É que o numero de aviões rastreados, com uma RH-536, aumentou para o dobro em comparação com a colinear que referi anteriormente e que foi construída para a frequência correcta. Por isso conto construir uma nova colinear, com menos elementos (a actual tem 11), para maior portabilidade e de mais fácil utilização no dia a dia.

Mal posso esperar por levar tudo isto para um local realmente alto!

OpenWebRX “2.0”

Tenho em fase de projecto mais um projecto! Bem sei que tenho vários pensados de que aqui já dei conta, mas por uma ou outra razão, sobretudo devido à eterna falta de tempo, eles ainda não avançaram.
A ideia que me tem ocupado nos últimos dias é a de disponibilizar um SDR no site sdr.hu. Já investi algum dinheiro, estando a caminho algum material e outro tanto está por comprar. Daí que só daqui a algumas semanas vou ter tudo operacional da forma que pretendo. Mas sejam os testes realizados com sucesso e à partida teremos mais SDR ao serviço da comunidade.

Raspberry Pi3

Raspberry Pi3

Penso que os outros projectos não avançaram não só pela falta de tempo mas também porque acabei por não me entusiasmar com eles. Pelo contrário, montar um RTL-SDR com o OpenWebRX num Raspberry Pi, tem-me motivado bastante. Não é a primeira vez que faço algo baseado no OpenWebRX. A primeira tentativa esteve online durante cerca de 3 semanas, mas o PC antigo onde tinha instalado este software teve problemas. A sua reparação que não se justificava por causa do investimento necessário, pelo que acabei por optar por um Raspberry Pi. Para além disso, existe nesta opção a vantagem do baixo consumo energético associado a estes mini-computadores.

A configuração que serviu de base às experimentações (leia-se testes) que estão em curso, incluiu o Pi2 com dois RTL-SDR, com os tuners R820T e E4000. O lugar da antena foi ocupado por uma Diamond RH536, alternando essa função com a SRH-36. Sinceramente não vi diferenças.
O objectivo final é usar uma caixa de alumínio com um caso USB de 1,5m, para uma colocação mais propicia do RTL-SDR, ficando este longe, tanto quanto possível de interferências, conseguindo assim melhores resultados. No entanto, a configuração final deste sistema deverá utilizar um RTL-SDR com tuner R820T2 num Pi3. E no que diz respeito à antena, as candidatas são a Nagoya NA-774 ou a Pryme AL-800. No papel a Pryme tem melhor performance mas a Nagoya dobra e permite que seja usada com num ângulo de 90 graus, o que me dá jeito. A escolha vai depender do local onde vou colocar todo este material, algo que ainda não está determinada.

Pryme AL-800 dual band

Pryme AL-800 dual band

Para já, há que angustiar pela chegada do Sr. Carteiro e ir ensaiando com os recursos disponíveis. Sobre as frequências a disponibilizar, estou em dúvida sobre se aponto baterias para 438-439Mhz e tenho assim disponibilizo os repetidores de RA em UHF (Arrábida, Odivelas, Monsanto, Santa Eufémia, Santiago do Cacém, Almada e Cascais) ou se afino no 446Mhz para as frequências de PMR. CB27 ou os canais marítimos talvez possam ser opção, mas no caso dos 11m o problema da colocação de uma antena é de difícil resolução

A ver vamos como tudo evolui!

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén